sexta-feira, 19 de agosto de 2011



Tenho uma má notícia para você: relacionamento não é só prazer. Não é só festa, viagem, risada, diversão, brinde, sexo, beijo, cumplicidade. Relacionamento tem fase chata, de vez em quando é uma merda, tem briga, discussão, chatices, rotina, implicâncias, ciúme, bate boca. A gente tem que lidar, conviver e amar uma pessoa que veio de outra família, outro mundo, tem outra criação, outros costumes, outro pensamento, outro jeito de viver, é outro. Você tem que aceitar aquele outro como ele é e isso dá muito trabalho. O amor é lindo, sim, mas ele é a maior recompensa para quem não tem medo de enfrentar os próprios medos (e os medos do outro). Para amar você não pode ter preguiça senão o final nunca vai ser feliz.

Amizade se paga com amizade. Sou legal com quem é legal comigo. Falta de consideração se paga com falta de consideração. Não sou legal com quem não é legal. Olha, me desculpa, mas essa coisa de vamos-ser-todos-legais não é pra mim. Sabe por quê? Eu cansei. Cansei de ser bobinha, sem maldade, sem malemolência. Agora, eu jogo o jogo. A gente precisa ter um pouco de malícia para compreender as pessoas. Depois de muito tomar na cara, é difícil eu me enganar. Sei exatamente com quem posso contar, pra quem posso chorar, pra quem posso desabafar. E quer saber? Penso bem antes de sair por aí pegando o telefone e ligando para meus amigos. Primeiro, tento resolver comigo mesma. Depois, desabafo.


Clarissa Corrêa.

domingo, 10 de julho de 2011



Assim como as estações, as pessoas têm tendências a mudar. A estação muda, e nem todo mundo se agrada com isso. O mesmo acontece com as pessoas. Porque mudar é necessário, é essencial. Precisam existir estilos novos, ares novos, amigos novos, momentos novos que renovem nossos sorrisos e despertem lagrimas. Porque a vida é muito curta. E falando assim, parece clichê, parece que todo mundo muda e te abandona sempre; mas não é verdade. A verdade é que as pessoas amadurecem, e só seguem com o que é verdadeiro para elas, porque a essência, ninguém nunca abandona. Mudanças ocorrem a toda hora, a todo o momento, mesmo na maioria das vezes a gente não querendo. Mudamos e nem percebemos, precisamos ser avisados por alguém que venha dizendo: Você mudou, o que aconteceu? O tempo passou, foi isso o que aconteceu. Porque no final é disso que somos feitos: Mudanças. Não questione. Apenas aceite.

sábado, 2 de julho de 2011


Não espere as pessoas irem embora para perceber o quanto elas eram especiais para você.

segunda-feira, 6 de junho de 2011



Sexo virou brincadeira, abraço é desculpa pra se aproveitar. Beijar na boca virou disputa. Alianças vão parar no bolso. Elogiar é chamar de gostosa. Namoro é brega. Amor é perda de tempo. É, cada vez mais o ser humano se perde em coisas tão simples, e transformam o que deveria ser puro e bonito, em algo sujo, feio, sem graça e sem valor algum.

domingo, 5 de junho de 2011


Não importa quando tempo você conhece ele. Se ele ainda te faz sorrir como desde o primeiro dia, não deixe ele ir.

sexta-feira, 22 de abril de 2011



Você pode ir embora e nunca mais ser a mesma. Você pode voltar e nada ser como antes. Você pode até ficar, pra que nada mude, mas aí é você que não vai se conformar com isso. Você pode sofrer por perder alguém. Você pode até lembrar com carinho ou orgulho de algum momento importante na sua vida: formatura, casamento, aprovação no vestibular ou a festa mais linda que já tenha ido, mas o que vai te fazer falta mesmo, o que vai doer bem fundo, é a saudade dos momentos simples: da sua mãe te chamando pra acordar, do seu pai te levando dando broncas, do caminho pra casa com os amigos e a diversão natural, do cheiro que você sentia naquele abraço, da hora certinha em que ele sempre aparecia pra te ver, e como ele te olhava com aquela cara de coitado pra te derreter. de qualquer forma. Não esqueça das seguintes verdades: não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma, cuidado com o que anda desabafando conte até três. Antes só do que muito acompanhado, esperar não significa inércia, muito menos desinteresse. Renunciar não quer dizer que não ame, abrir mão não quer dizer que não queira. O tempo ensina, mas não cura.

domingo, 13 de março de 2011

Para vocês mulheres que desacreditaram dos homens, nem venham dizer que príncipes encantados não existem, pois eles existem, eles só não vem mais com uma roupa de galã branca em um cavalo branco, os príncipes encantados, são aqueles caras que dormem e acordam pensando em vocês, pensando em uma forma de fazer vocês felizes por mais uns dias, pensando em arrancar um simples sorriso, algumas infelizmente não tem o principe encantado porque ao invés de escolhê-lo, escolheram ao bobo da corte por ser mais bonitinho e engraçado.

Tati Bernardi.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011


"Tem um cara por aí que vai querer dizer para todo o mundo que é seu namorado. Pare de marcar bobeira e vá ao encontro dele".



 Ele Não Está Tão Afim De Você - O livro.

sábado, 26 de fevereiro de 2011


hoje eu quero mais é curtir, dançar, pular e me divertir! ♪
 
se me chamar pra festar, eu não vou perder tempo, na boate ou num bar, vamo caí pra dentro! ♪

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011



"Quando você é uma garotinha, você acredita em contos de fadas e diz que vai encontrar o príncipe encantado e ele vai estar em qualquer lugar que você quiser que esteja. Nos contos de fadas, sempre é bem fácil descobrir o vilão, ele sempre está usando uma capa preta. Então você cresce, e percebe que o príncipe encantado não é tão fácil de encontrar como você pensou. O vilão não está usando uma capa preta, ele é bem engraçado, te faz rir e tem um cabelo perfeito".


Taylor Swift.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Eu não sou a mais bonita, nem tenho o mais lindo sorriso. Eu não me pareço com a barbie e não tenho todos os ideais de beleza, eu sonho acordada e choro sem razão. Eu uso perfume doce e prefiro cabelo preso. Eu não saio de casa sem estar me sentindo bem, eu tento ser diferente, mas acabo sendo completamente igual. Eu vou bem em português e não entendo matemática. Eu já fui chamada de perfeita e descobri que a perfeição cansa. Eu já fui a melhor coisa na tarde de alguém, mas que não fez disso a melhor coisa para a minha tarde. Eu posso ser muito querida, mas posso ser insuportável quando eu quero. Eu já fui a garota dos sonhos de alguém. Eu já fiz juras de amor e já chorei por elas. Eu conheço muitas pessoas, mas posso contar nos dedos quem realmente são os amigos de verdade.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

E eu odeio o mundo por isso, eu acho o mundo muito medíocre, eu tenho pena de todas essas pessoas que não sabem o que é encaixar o rosto no vão das suas costas e querer ser embalsamado ali por mil anos. Amor de verdade não acaba, é o que dizem, mas eu tenho medo. Eu tenho medo de quantos mijos, bocejos, cinzas e óculos de surfistas eu ainda vou ver sem você, eu tenho medo dos meus pedaços espalhados pelo mundo, eu tenho medo do vento passar enquanto eu estou míope, e eu ficar míope pra sempre. Eu tenho medo de tudo isso apagar e o vento levar suas cinzas, desse fogo todo ser de palha, como dizem. Da dor que se dissipa a cada respirada mais funda e cheia de coragem de ser só. Eu tenho medo da força absurda que eu sinto sem você, de como eu tenho muito mais certeza de mim sem você, de como eu posso ser até mais feliz sem você. Pra não pensar na falta, eu me encho de coisas por aí. Me encho de amigos, bares, charmes, possibilidades, livros, músicas, descobertas solitárias e momentos introspectivos andando ao Sol. E todo esse resto de coisas deixa ao pouco de ser resto, e passa a ser minha vida, e passa a enterrar você de grão em grão (...)

Tati Bernardi.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011


Gente, esse clipe da Taylor é lindo! *-*
Vale a pena assistir, e ainda tá com a tradução :)

Ps: Ela escreveu essa música para o Taylor Lautner.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Pare, pense e reflita...


Não vejo mistério em ser simples, nem loucura em ser sincero, apenas levo as coisas da maneira como gostaria que elas fossem, apenas vivo o meu destino na esperança de que, seja lá onde este caminho der, o final vai ser sempre o melhor possível, não para mim, mas para a minha história, e independente do espetáculo, ou do fracasso, das lágrimas que vão cair, ou das gargalhadas que vão ecoar, no final eu vou estar ali feliz por tudo que fiz, e resignado com o próximo passo que vou dar. Acho que este é o encanto da vida.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Remar. Re-amar. Amar.

"Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou. Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar."


Caio Fernando de Abreu.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011



kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk morri x_x


Quer saber? Eu canto quando estou sozinha, e não me importo com a afinação. Eu fico fazendo caras e bocas na frente do espelho. Quando eu sinto saudade de alguém, eu imagino que é meu travesseiro. Eu só digo ‘foda-se a opinião dos outros’ porque quero que eles pensem que eu não ligo. Eu não consigo sonhar de pés no chão. Pessoas bipolares me irritam mas eu vivo dizendo que sou, porque eu sou. Desejo coisas que nunca vou ter. Me importo com pessoas que não se importam comigo. Eu julgo pessoas por julgarem outras. Não sou educada ou vivo arrumada quando estou sozinha. Não me importo que você não goste de mim se eu também não gostar de você. Eu gosto de dormir pra fugir dos meus problemas. Não gosto de sentir medo, por medo de não ter ninguém pra me abraçar. Eu choro em filmes tristes. Tem gente que me faz sorrir, mesmo me fazendo chorar. Eu digo que quero esquecer, mas no fundo eu não quero. Eu digo muitas coisas que eu não queria. Eu faço muitas coisas que eu não faria se pensasse melhor. As vezes o luxo me sobe a cabeça. As vezes eu morro de rir de mim mesma, depois de chorar rios. Eu odeio que xinguem meu time. Eu gosto de andar no meio de vários amigos, mesmo não gostando de alguns. Eu sinto ciúmes das pessoas próximas a mim. Não gosto de emprestar dinheiro, mas adoro gastar com coisas futeis. Eu só escrevo textos sobre mim quando quero me entender melhor. E no fim eu só entendo que sou mais complicada do que eu pensava.

domingo, 2 de janeiro de 2011

O que não me faz bem, não me faz falta.



É nisso que a gente tem que pensar quando vemos que uma coisa não está dando certo, que não há mais nada que se possa fazer, e acaba nos deixando angustiados, infelizes. Quando essa hora chega, temos que sacudir a poeira, levantar a cabeça e seguir em frente. E depois quando olharmos pra trás, perceber que foi só mais um obstáculo que a vida colocou em nosso caminho.